segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Bolinho de arroz da pindaíba (ou da mamãe)

Olimpíadas passou e até você que viu tudo pela TV ficou pobre com a inflação olímpica né? Então meu amigo e amiga, estamos na pindaíba! Mas nem tudo está perdido, sigam meus conselhos:

1- Quebra aquele porquinho que a sua tia Romilda te deu no aniversário de 34 anos de idade achando que você ainda é molecão.
2- Junta os trocados
3- Compra uma caixa de brahma, antárctica, skol, etc..
4- Rouba da geladeira da sua mãe aquele resto de arroz que sobrou da feijoada de domingo.
5- Chama a galera da pelada, a patricinha do cursinho, a vizinha do whatsapp, o tio Arnaldo, o playboy da academia e quem mais você quiser!
6- Prepara o BOLINHO DE ARROZ DA PINDAÍBA!



Afinal, segunda-feira é dia de rebater a ressaca!

Quem não tem uma mãe que prepara bolinho de arroz? Segundo o instituto de pesquisas DesGourmet, 99,9% das mães de marmanjos sabem preparar a iguaria. E sim, hoje fazemos ele aqui pois minha mãe me passou a receita! Você pode então seguir esta receita aqui ou pedir a receita da sua, afinal, eu não ligo!

Bolinho de arroz da pindaíba (ou da mamãe)
Rende uns 15 bolinhos ou mais.

- Duas xícaras de arroz pronto
- 1 ovo
- 2 colheres de sopa de parmesão ralado
- 2 dentes de alho picados
- 1 colher de sopa de polvilho doce
- Pimenta do reino moída à gosto
- Sal à gosto ou tempero pronto à gosto
- Salsinha e Cebolinha à gosto
- 1/2 xícara de leite
- Farinha de trigo até dar o ponto (+/- 1 xícara)

No liquidificador, bata todos os ingredientes, com exceção da farinha de trigo, cebolinha e salsinha. Bata até ficar quase liso. Depois vá adicionando a farinha de trigo aos poucos até dar o ponto. O ponto ideal é quando a massa resistir bem na colher, demorando para cair.


Misture a salsinha e a cebolinha picadas e coloque no freezer para ficar beeeem gelado, isso vai ajudar a ficar bem sequinho por fora. Aqueça o óleo e quando estiver quente, vá colocando as "bolinhas" de massa para fritar. Dica: use uma colher de sopa, pegue massa até a metade da colher. Com outra colher, empurre a massa para a panela com o óleo. Assim que começarem a fritar, eles se inflam e ficam redondos.


Quando dourar de um lado, vire com um garfo ou escumadeira. Retire quando estiverem todos dourados e escorra em uma cesta ou papel absorvente. Está pronto! Sirva com cerveja bem gelada e molho de pimenta. Ah, agora tem futebol na segunda-feira, então aproveite!



Um abraço!

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Super PAN Pizza - Queijo, Pepperoni e uma SUPER massa pan!

Indo na contramão dessa frescurada de gourmet, hoje teremos pizza com a massa beeeeeeem alta! Mas é pra exagerar, porque aqui ninguém tá preocupado com a balança não! Se você é daqueles ou daquelas que come só mato, te falo uma coisa: Ou você abre uma exceção e faz essa divindade ou vaza daqui!

Sabe aquelas pizzas do Pizza Hut com a massa bem alta? Pois bem, massa PAN é aquilo lá. Mas aquilo é PAN, pros fracos. Nós vamos fazer uma SUPER PAN! E como eu to pouco me fodendo pra regras, fiz a minha retangular. Sem #mimimi, ok?

OLHA ELAAAAAA!



Ingredientes para 1 pizza (tabuleiro de uns 25cm x 15cm):
Massa:

- 225ml de água morna
- 1 colher (sopa) de açúcar mascavo
- 1/2 colher (sobremsa) de sal
- 5g de fermento biológico seco (metade de um pacotinho)
- 340g de farinha de trigo branca (se for do tipo 0, melhor ainda)
- Azeite pra dedéu

Recheio:
- Molho de tomate (pode ser pronto mesmo)
- Quanto baste de pepperoni em fatias
- Quanto baste de queijo mussarela ralado
- Azeitonas pretas à gosto

Fica a seu critério colocar orégano, pimenta calabresa, etc...



Mão na massa (dessa vez, literalmente).

Em um bowl, pote, bacia, etc, coloque a água morna, o açúcar, o sal e o fermento. Misture e deixe o fermento começar a agir, formando algumas bolhas feias na água. Quando isto acontecer, vá adicionando a farinha de trigo e amassando bem. Atenção: para esta massa, você não precisa que ela fique sem grudar, ela tem que estar grudando na mão ainda, meio mole. Se estiver MUITO mole e grudenta, coloque mais um pouco de farinha. É importante só que ela esteja homogênea, sem pedaços de farinha não misturados.

Em um tabuleiro de paredes altas, regue com bastante azeite, coloque a massa e tente espalhar a massa por todo o fundo do tabuleiro. Se estiver grudando nas mãos e dificultando o processo, molhe os dedos no azeite. Parece que vai dar errado, mas não dá! Veja como ficou a minha depois de esticar:



Coloque em um local fechado (tipo um forno desligado) para a massa crescer, por no mínimo 30min.

Depois que a massa tenha crescido um pouco, você vai dar forma às bordas altas. Para fazer isso, use o próprio pepperoni para ir afundando o centro e fazendo a borda ficar mais alta, assim:

 


Coloque pepperoni pressionando as bordas em toda a pizza, deixando o centro para o molho. Coloque queijo, mais pepperoni, mais molho, mais queijo, mais pepperoni, etc, etc e etc! Enquanto couber, você coloca! O meu foram duas camadas generosas de pepperoni. Pique algumas azeitonas pretas e salpique por cima e leve ao forno até que a massa doure. A temperatura média (200 ºC).




Depois de assado, você pode tentar tirar da forma. Eu desisti pois a fome não deixou!



quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Vamo pa Cuba, compay! Sanduíche Cubano do filme CHEF, mas do meu jeito!

Inspirado pelo filme CHEF, resolvi fazer o famoso sanduíche cubano! Só que resolvi colocar um toque pessoal e mineiro! Esse sanduíche é bem tradicional e muito popular em Miami, lar de muitos cubanos que fugiram da ilha. A base é a mesma, podendo variar em alguns ingredientes dependendo da casa que o sirva.


Vamos ao preparo!

Primeiramente, eu sugiro que você assista ao filme CHEF. Filme leve, sem muita pretensão, mas eu garanto que você vai ficar com fome e com uma vontade incontrolável de viajar. Depois de assistir, coloca pra tocar um Havana Mambo, Orishas, Buena Vista Social Club, Celia Cruz, etc! Desde que seja cubano! Que fique claro, este post não é de política, é de cultura e comida!!!

A base deste sanduíche é pão, mostarda, queijo suíço, picles, presunto e porco assado. Mas como eu disse anteriormente, possui algumas variações. Decidi então trocar o queijo suíço por queijo Canastra (pelo simples fato de eu ter na geladeira), adicionei bacon crocante e usei filé mignon de porco. Ao invés de assar uma peça de porco, o que precisaria de pelo menos 1 dia para temperar e assar, optei pelo filé pois dá pra fazer na hora, sem muita cerimônia. Na boa? Ficou SENSACIONAL!!!

Ingredientes para um sanduíche:

- 1 baguete pequena (ou ciabata, etc)
- Mostarda (dica: usa uma amarela e uma mais forte, tipo dijon)
- 2 fatias de Presunto cozido (aquele normal)
- 150gr de filézinho suíno
- Molho para marinar (ingredientes abaixo)
- 50 a 100 ml de vinho branco seco.
- Queijo canastra (ou suíço, ou o que te apetecer)
- Picles de pepino
- 1 fatia de Bacon


Ingredientes da marinada:
- Suco de 1 laranja
- 1 colher de café de tempero pronto (desses de alho batido com cebola, etc)
- 1 dente de alho picado
- 1 colher de chá de páprica
- 1 colher de chá de cominho
- 1 colher de sobremesa de orégano
- 1 colher de sopa de azeite
- Sal e pimenta do reino à gosto


PS: No meu caso, a baguete era grande, então dobrei a quantidade dos demais ingredientes e fiz dois sanduíches.

Antes de tudo, misture todos os ingredientes da marinada e coloque a carne para pegar o tempero. Deixe na geladeira por 1 hora.


Depois que marinar, coloque em uma panela um pouco funda, um fio de azeite. Com a panela quente, doure as porções de filé, sem o molho. Quando estiver tudo bem dourado, acrescente o vinho branco seco. Assim que evaporar, adicione o molho da marinada e deixe cozinhar em fogo baixo, com tampa, até que o molho tenha reduzido (cuidado para não esquecer e queimar!).


Enquanto cozinha, pode preparar o bacon da forma que preferir, mas precisa ficar crocante. Tem duas opções: 1- Pique em cubos e leve a uma panela quente com 2 colheres de água. Quando a água secar, ele irá fritar na própria gordura. 2- Ou você pode colocar embrulhado em papel toalha e levar ao microondas por 2 min ou até ficar bem seco!

Quando terminar a carne, corte em pedaços. Siga estes passos na montagem: pão, espalhe a(s) mostarda(s), coloque as fatias de presunto, a carne, as fatias de queijo, picles cortados em tiras e o bacon. Feche o pão, espalhe manteiga em ambos os lados e doure em um grill ou frigideira.



Sirva com banana verde frita ou mandioca frita e delicie-se! Para ver a receita da banana frita, clique aqui: Tira gosto da malandragem paraense: Pastel de pato e banana frita com açaí




Posts Relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...