quinta-feira, 17 de setembro de 2015

A pizza de forno convencional que não me convenceu mas matou minha fome.

Eu já me convenci de uma coisa. Pizza mesmo é no forno a lenha, daqueles especiais pra pizza. Todas as milhões de tentativas que fiz em casa no forno normal, não chegaram nem perto de uma verdadeira pizza. Aliás, uma chegou! Mas não era uma pizza tradicional, era daquelas com massa "pan", estilo Pizza Hut (vou apresentar ela aqui logo mais).

Porém a minha última tentativa, apesar de não ficar esteticamente boa, o sabor ficou sensacional e não deixa de ser uma mão na roda para receber amigos e comer acompanhada de uma excelente cerveja!

A receita que vou lhes apresentar é inspirada numa verdadeira pizza napolitana (Napoletana em Italiano). É uma margherita ao estilo do Pizzaiolo italiano Enzo Coccia, mas claro, com uns erros aqui e ali por minha culpa, A massa eu adaptei de outra massa que já tinha feito.


Ingredientes para duas pizzas:
160ml de água morna
2,5g de fermento biológico seco
1 colher de chá bem cheia de açúcar mascavo
1 colher de chá de sal
250g de farinha de trigo (tenha um pouco mais)

Recheio:
200g de pomodori pelati (aqueles enlatados de tomate)
1 dente de alho
Manjericão fresco
Muçarela de búfala (bolinhas)
Queijo pecorino, parmigiano ou queijo local bem curado
Azeite de oliva extra virgem

Mão na massa, literalmente:
Coloque a água em um recipiente grande, tipo um bowl. Adicione o açúcar, o sal e o fermento e mexa para que tudo se dissolva. Vá aos poucos adicionando a farinha, mexendo, amassando com as mãos... No início será tudo grudento, mas a medida que você for amassando e adicionando farinha, ela vai ficando mais lisa e menos grudenta. Isso deve dar uns 10min. Você deve adicionar mais ou menos 250g de farinha, mas o ponto estará bom quando ela parar de grudar nas mãos e continuar elástica. Quando chegar nesse ponto, divida a massa em duas, faça com cada uma uma bola e coloque em algum recipiente coberto com plástico filme. Deixe crescer por uns 20 min um logar morno (dentro do forno desligado por exemplo).

Depois de crescer, pegue uma das bolas, e em uma bancada enfarinhada, abra a massa com as mãos formando um círculo. Com a ajuda de um rolo, vá abrindo mais a massa, sempre deixando o formato circular. Quando chegar no tamanho de uns 30cm de diâmetro, está bom. Transfira para um tabuleiro (um pouco enfarinhado) e comece a rechear.

Recheio:
Num liquidificador, bata o tomate com o dente de alho e uma pitada de sal. Não precisa bater muito, o suficiente para o alho ficar "picado". Coloque na massa duas colheres de sopa cheias de molho, espalhe por toda a superfície, preservando as bordas. Rasgue as bolinhas de muçarela e adicione na pizza. Coloque folhas de manjericão, o queijo que escolheu ralado por cima. Por fim, um fio de azeite. Leve ao forno bem quente. Retire quando a massa dourar.


O ideal era que a massa dourasse antes que a muçarela desaparecesse na pizza, mas como o forno convencional não é tão quente, isso não acontece. Mas fica saborosíssima, simples e totalmente completa ao mesmo tempo. Bom mesmo seria um forno a lenha, pras bordas crescerem, dourarem.

Sirva a pizza, abra uma cerveja e seja feliz.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...